The Cholesterol Myth that is Harming Your Health

By DR. MERCOLA | MERCOLA.COM | MAY 3, 2012

Cholesterol could easily be described as the smoking gun of the last two decades.

It’s been responsible for demonizing entire categories of foods (like eggs and saturated fats) and blamed for just about every case of heart disease in the last 20 years.

Yet when I first opened my medical practice in the mid 80s, cholesterol, and the fear that yours was too high was rarely talked about.

Somewhere along the way however, cholesterol became a household word — something that you must keep as low as possible, or suffer the consequences.

You are probably aware that there are many myths that portray fat and cholesterol as one of the worst foods you can consume. Please understand that these myths are actually harming your health.

Not only is cholesterol most likely not going to destroy your health (as you have been led to believe), but it is also not the cause of heart disease.

And for those of you taking cholesterol-lowering drugs, the information that follows could not have been given to you fast enough. But before I delve into this life-changing information, let’s get some basics down first.

What is Cholesterol, and Why Do You Need It?

That’s right, you do need cholesterol.

This soft, waxy substance is found not only in your bloodstream, but also in every cell in your body, where it helps to produce cell membranes, hormones, vitamin D and bile acids that help you to digest fat. Cholesterol also helps in the formation of your memories and is vital for neurological function.

Your liver makes about 75 percent of your body’s cholesterol,[i] and according to conventional medicine, there are two types:
1.High-density lipoprotein, or HDL: This is the “good” cholesterol that helps to keep cholesterol away from your arteries and remove any excess from arterial plaque, which may help to prevent heart disease.
2.Low-density lipoprotein, or LDL: This “bad” cholesterol circulates in your blood and, according to conventional thinking, may build up in your arteries, forming plaque that makes your arteries narrow and less flexible (a condition called atherosclerosis). If a clot forms in one of these narrowed arteries leading to your heart or brain, a heart attack or stroke may result.

Also making up your total cholesterol count are:

•Triglycerides: Elevated levels of this dangerous fat have been linked to heart disease and diabetes. Triglyceride levels are known to rise from eating too many grains and sugars, being physically inactive, smoking cigarettes, drinking alcohol excessively and being overweight or obese.
•Lipoprotein (a), or Lp(a): Lp(a) is a substance that is made up of an LDL “bad cholesterol” part plus a protein (apoprotein a). Elevated Lp(a) levels are a very strong risk factor for heart disease. This has been well established, yet very few physicians check for it in their patients.

Understand this:

Your Total Cholesterol Level is NOT a Great Indicator of Your Heart Disease Risk

Health officials in the United States urge everyone over the age of 20 to have their cholesterol tested once every five years. Part of this test is your total cholesterol, or the sum of your blood’s cholesterol content, including HDL, LDLs, and VLDLs..

The American Heart Association recommends that your total cholesterol is less than 200 mg/dL, but what they do not tell you is that total cholesterol level is just about worthless in determining your risk for heart disease, unless it is above 330.

In addition, the AHA updated their guidelines in 2004, lowering the recommended level of LDL cholesterol from 130 to LDL to less than 100, or even less than 70 for patients at very high risk.

In order to achieve these outrageous and dangerously low targets, you typically need to take multiple cholesterol-lowering drugs. So the guidelines instantly increased the market for these dangerous drugs. Now, with testing children’s cholesterol levels, they’re increasing their market even more.

I have seen a number of people with total cholesterol levels over 250 who actually were at low heart disease risk due to their HDL levels. Conversely, I have seen even more who had cholesterol levels under 200 that were at a very high risk of heart disease based on the following additional tests:

•HDL/Cholesterol ratio
•Triglyceride/HDL ratios

HDL percentage is a very potent heart disease risk factor. Just divide your HDL level by your cholesterol. That percentage should ideally be above 24 percent.

You can also do the same thing with your triglycerides and HDL ratio. That percentage should be below 2.

Keep in mind, however, that these are still simply guidelines, and there’s a lot more that goes into your risk of heart disease than any one of these numbers. In fact, it was only after word got out that total cholesterol is a poor predictor of heart disease that HDL and LDL cholesterol were brought into the picture.

They give you a closer idea of what’s going on, but they still do not show you everything.

Cholesterol is Neither “Good” Nor “Bad”

Now that we’ve defined good and bad cholesterol, it has to be said that there is actually only one type of cholesterol. Ron Rosedale, MD, who is widely considered to be one of the leading anti-aging doctor in the United States, does an excellent job of explaining this concept:[ii]

“Notice please that LDL and HDL are lipoproteins — fats combined with proteins. There is only one cholesterol. There is no such thing as ‘good’ or ‘bad’ cholesterol.

Cholesterol is just cholesterol.

It combines with other fats and proteins to be carried through the bloodstream, since fat and our watery blood do not mix very well.

Fatty substances therefore must be shuttled to and from our tissues and cells using proteins. LDL and HDL are forms of proteins and are far from being just cholesterol.

In fact we now know there are many types of these fat and protein particles. LDL particles come in many sizes and large LDL particles are not a problem. Only the so-called small dense LDL particles can potentially be a problem, because they can squeeze through the lining of the arteries and if they oxidize, otherwise known as turning rancid, they can cause damage and inflammation.

Thus, you might say that there is ‘good LDL’ and ‘bad LDL.’

Also, some HDL particles are better than others. Knowing just your total cholesterol tells you very little. Even knowing your LDL and HDL levels will not tell you very much.”

Cholesterol is Your Friend, Not Your Enemy

Before we continue, I really would like you to get your mind around this concept.

In the United States, the idea that cholesterol is evil is very much engrained in most people’s minds. But this is a very harmful myth that needs to be put to rest right now.

“First and foremost,” Dr. Rosedale points out, “cholesterol is a vital component of every cell membrane on Earth. In other words, there is no life on Earth that can live without cholesterol.

That will automatically tell you that, in and of itself, it cannot be evil. In fact, it is one of our best friends.

We would not be here without it. No wonder lowering cholesterol too much increases one’s risk of dying. Cholesterol is also a precursor to all of the steroid hormones. You cannot make estrogen, testosterone, cortisone, and a host of other vital hormones without cholesterol.”

Vitamin D and Your Cholesterol

You probably are aware of the incredible influence of vitamin D on your health. If you aren’t, or need a refresher, you can visit my vitamin D page.

What most people do not realize is that the best way to obtain your vitamin D is from safe exposure to sun on your skin. The UVB rays in sunlight interact with the cholesterol on your skin and convert it to vitamin D.

Bottom line?

If your cholesterol level is too low you will not be able to use the sun to generate sufficient levels of vitamin D.

Additionally, it provides some intuitive feedback that if cholesterol were so dangerous, why would your body use it as precursor for vitamin D and virtually all of the steroid hormones in your body?

Other “evidence” that cholesterol is good for you?

Consider the role of “good” HDL cholesterol. Essentially, HDL takes cholesterol from your body’s tissues and arteries, and brings it back to your liver, where most of your cholesterol is produced. If the purpose of this was to eliminate cholesterol from your body, it would make sense that the cholesterol would be shuttled back to your kidneys or intestines so your body could remove it.

Instead, it goes back to your liver. Why?

Because your liver is going to reuse it.

“It is taking it back to your liver so that your liver can recycle it; put it back into other particles to be taken to tissues and cells that need it,” Dr. Rosedale explains. “Your body is trying to make and conserve the cholesterol for the precise reason that it is so important, indeed vital, for health.”

Read Full Article →

Are You Getting Enough Brain Food?

Pravda
December 14, 2011

A healthy, balanced diet is vital for anyone who wants good health. That everyone knows. But what we also need to know is that everything eaten interferes with the functioning of the “complex machine” that is the human body. With the brain, the coordinator of all our tasks, this influence is even more relevant.

Therefore, we must invest in more foods that help improve brain function, in the quest for the physical well-being and mental health. Now meet the main foods that ensure the health of your brain, and why they are important to be on the plate:

Oats: brings energy to the brain and is the source of B vitamins that help regulate the transmission of information between neurons.
Flaxseed oil, fish oil, omega 3 sources, which promote neurogenesis (the formation of new neurons and protects existing neurons).
Chlorophyll: a source of nutrients that help to eliminate toxins from the body. It increases brain activity. Broccoli and spinach are the best options, since they are excellent sources of folic acid, responsible for the formation of the nervous system of babies. It also contributes to good cognitive performance and assists in communication between nerve cells.

Cocoa rich in flavonoids that protect the blood vessel walls and provide excellent blood flow to the brain. Also helps to prevent hemorrhages.

Green tea: The catechins present in tea have neuroprotective properties, it also reduces neurological damage and memory loss.
Soy Lecithin: a source of choline, contributes to neurogenesis, which is the formation of neurons. It also phospholipids, phosphorus is an important mineral for the memory. The consumption of foods containing choline during pregnancy and breast-feeding beneficially affects brain development in children.

Oil seeds (walnuts and almonds) contain large amounts of unsaturated fatty acids, which guarantee a smooth functioning of the brain, as they make up the membrane of nerve cells and enhance the transmission of messages between them.

Câncer de Mama: A Grande Farsa, o Grande Negócio

Por Luis R. Miranda
The Real Agenda
Maio 1, 2010

Você provavelmente nunca leu nada parecido sobre o câncer da mama. É o relatório que a indústria médica prefere esconder, porque contém as verdades surpreendentes sobre como isso realmente alimenta a continuação desta doença, enquanto as estratégias de prevenção que poderia curar 90 por cento dos cânceres, são censuradas.

Aqui você vai aprender:

• A maioria das 18 causas mais comuns de câncer da mama que podem ser controladas
• Como o câncer de mama prevê bilhões em lucros para as companhias farmacêuticas
• Por que a indústria de câncer de mama não está procurando por uma cura real
• Quais os nutrientes simples que evitam 77% de todos os cânceres
• Uma pesquisa recente sobre terapias naturais para a prevenção do câncer de mama que realmente funcionam
• Os nomes e endereços da web que contem informações sobre ervas e suplementos, anti-câncer
• A verdadeira razão de mortalidade por câncer é muito maior em negros do que em brancos (e por que eles nunca disseram a verdade sobre isso …)
• A chocante verdade sobre o fracasso de drogas contra o câncer de mama
• Como a quimioterapia provoca lesão permanente dos órgãos em pacientes com câncer
• Por que os produtos “rosa” são muitas vezes apenas uma farsa de marketing
• Por que a indústria do câncer em última análise, não quer que as pessoas possam prevenir o câncer
• Como alguns grupos que dizem que lutam contra o câncer são realmente representantes de grandes empresas farmacêuticas
• Como a indústria vitimiza as mulheres e os negros, mantendo-os ignorantes das estratégias de prevenção do câncer
• A verdade sobre a mortalidade das mamografias (e por que de cada mulher que se beneficia de este método existem outras 10 que são prejudicadas)
• 22 formas de prevenir ou mesmo curar o câncer de mama
• Quais alimentos anti-câncer funcionam melhor para travar o crescimento do tumor
• Como a indústria do câncer dominada por homens que exploram mulheres para obter lucros corporativos
• Os grupos sem fins de lucro nos que você pode realmente confiar!
• Que ervas da floresta amazônica mostram poderosa atividade antitumoral
• Por sua localização geográfica no planeta, o impacto das alterações e risco de câncer de mama (incluindo gráficos)
• Por que correr em círculos para arrecadar dinheiro para curar um câncer “é uma completa perda de tempo
• Como os grupos sem fins lucrativos, abandonaram a prevenção de câncer em favor do rastreio e tratamento ”

Você vai aprender sobre tudo isso e muito mais nesta reportagem exclusiva de Mike Adams, o Ranger de saúde.

Controlando as Mulheres
Ao longo da história humana, abrangendo praticamente todas as culturas e continentes, as mulheres têm sido sistematicamente negadas o direito de acesso às informações que possam educá-las. Mantendo as mulheres ignorantes é uma forma em que os homens podem controlá-las e tratá-las como bens pessoais. De Roma antiga, e até o século 19, as mulheres eram consideradas uma sub-classe de cidadãos e intencionalmente negadas o direito de conhecer as informações que lhes dariam mais controle sobre suas próprias vidas.

Neste relatório, você vai aprender como a indústria de câncer – que é dominada por homens poderosos – usa as mesmas táticas do século passado a controlar as mulheres fingindo estar ao seu serviço. Você vai aprender como os poderosos e como a indústria do câncer explora o corpo das mulheres para gerar lucros para as empresas farmacêuticas, enquanto sistematicamente nega às mulheres o acesso a informação que poderia ensiná-las a prevenir o câncer de mama (e outros cânceres). Um único nutriente, por exemplo, tem-se revelado para evitar 77 por cento de todos os cânceres, mas a indústria do câncer recusa-se a recomendar este nutriente.

Para realmente entender a magnitude do comportamento altamente ético, operador da indústria convencional do câncer e da forma como trata as mulheres, precisa ampliar o seu alcance e de considerar outros sistemas de saúde existentes no mundo hoje.

É isso que esta história começa.

Medicina Moderna

Há muitos sistemas de medicina no mundo de hoje: a medicina chinesa, medicina ayurvédica, a medicina tibetana, ervas ocidentais, medicina nativa americana (com todas as suas variantes), ervas da floresta amazônica, a medicina aborígines na Austrália Havaí / Ilhas do Pacífico, etc

Cada sistema desse tipo de medicamento baseia-se principalmente sobre as propriedades medicinais das plantas que crescem naturalmente nas regiões locais. Medicina aborígine na Austrália, por exemplo, baseia-se em muitas plantas nativas do continente australiano. Medicina tibetana está baseada em grandes plantas medicinais que crescem em ambientes de elevada altitude do Tibet. Medicina na Amazônia é baseada na rica biodiversidade dos medicamentos naturais encontrados na floresta.

Note que cada sistema de medicina é um tratamento para câncer de mama. Na Amazônia, os tratamentos podem incluir a erva Unha de Gato (que é amplamente utilizado como uma potente droga antineoplásica). Nas regiões agora conhecidas como o sudoeste americano e no México para tratamentos contra o câncer usando o chá da folha do arbusto Chaparral (também conhecido nos tempos modernos como o arbusto de creosoto.) Na medicina chinesa, o câncer é abordado a partir de um ponto de vista diferente: o sistema de cinco elementos. Os protocolos de tratamento podem incluir uma receita de várias ervas com um efeito sinérgico que trabalha para fortalecer e apoiar o sistema de imunidade inata do corpo e seus mecanismos de proteção contra o câncer.

Em outras palavras, se você viajar pelo mundo à procura de tratamentos e curas para o câncer de mama, iria encontrar centenas, senão milhares destes tratamentos, que inclui diversas culturas, geografias, e paradigmas médicos. E esses tratamentos realmente funcionam: os cientistas modernos estão descobrindo cada vez mais que essas drogas de câncer que contêm compostos anti-câncer nativa que o trabalho de inúmeras formas. Eles podem cortar o fornecimento de sangue aos tumores de câncer, promover a apoptose de células cancerígenas (morte celular), bloquear a replicação das células cancerosas, estimular a função do sistema imunológico e assim por diante.

Há literalmente milhares de diferentes tratamentos para o câncer de mama que são usados em muitas culturas ao redor do mundo. Muitos, como a medicina chinesa, são minuciosamente documentado e é baseado em milhares de anos de pesquisa e experiência clínica. Incontáveis vidas foram salvas por esses tratamentos e uma cura em todo o mundo. No entanto, a indústria do câncer ocidental, constituído das clínicas de câncer, grupos sem fins lucrativos, empresas farmacêuticas, hospitais, médicos, escolas médicas e revistas médicas, fazer todos os esforços para negar às mulheres o acesso a este informações e conhecimento sobre o tratamento ou prevenção de câncer de mama. A única coisa que ensinou é a visão convencional, baseada principalmente em tratamentos nocivos: quimioterapia, radioterapia e cirurgia.

Soluções Censuras
Tudo que não é controlado pela medicina convencional e as empresas farmacêuticas é depreciado como charlatanismo. Todos os testes são jogados no lixo, e os médicos convencionais, assustam as mulheres a não usar terapias que são benéficas, por exemplo, de evitar programas de antioxidantes de apoio nutricional baseada no mito de que os programas de antioxidantes “interferem” com a quimioterapia. (Na verdade, os antioxidantes são limitadas a proteger células sadias dos efeitos tóxicos da quimioterapia.)

Em geral, a indústria do câncer, através da sua falsa autoridade e posição dominante, não só desacreditou todos os sistemas de medicina que não são seus, há muito tempo conseguiu ilegalização de sistemas mais competitivos, a transformação de experimentos com ervas (que retêm o conhecimento de inúmeras gerações de nativos e sabedoria de medicamentos). Portanto, todas as clínicas mais bem sucedidas em combate ao câncer no mundo estão fora dos Estados Unidos. A prática da cura do câncer – um resultado comum em clínicas alternativas – foi proibido nos Estados Unidos. Na realidade, é ilegal para um cientista tentar curar um paciente com câncer. Tal ato poderia levar à prisão federal.

Esta estratégia da indústria do câncer realmente mantém as mulheres em estado de ignorância sobre as soluções que realmente pode curá-los. Ele desabilita as mulheres, tornando-as vítimas de tratamentos ditadas a eles por homens que, como diretores das instituições de câncer e empresas farmacêuticas, proporcionam grandes ganhos por cada ciclo de quimioterapia, radioterapia ou cirurgia de câncer exigido às mulheres.

Por tudo isso, o símbolo da indústria do câncer de mama nos Estados Unidos – a fita rosa – não é um símbolo de compaixão e cuidado. É um símbolo da emancipação das mulheres, ou para educar as mulheres sobre o chamado “opções de tratamento.” A fita cor de rosa é um símbolo da dominação masculina sobre as mulheres. Vire o laço de cabeça para baixo e se parece mais com uma fita rosa pendurada. É a partir dessa ligação que mulheres inocentes são enforcadas em toda a sua ignorância, submetidas a um sistema de tratamento que, deliberadamente, nega às mulheres o acesso a um mundo de informações que poderiam ajudar a prevenir, tratar e até curar o câncer de mama.

Quimioterapia, realmente causa insuficiência cardíaca, lesão cerebral e lesão renal permanente. Se submeter a tratamentos de quimioterapia para pacientes com câncer de mama faz que os seus órgãos fiquem danados para sempre.

Lavagem cerebral Rosa

“O câncer de mama se tornou um mercado impulsionado pela indústria. Tornou-se mais sobre como ganhar dinheiro de patrocinadores de financiamento inovadores para tratar o câncer de mama,” diz Samantha King, autora do livro Pink Ribbons Inc.

O uso da cor rosa para o câncer da mama, ou a compra de produtos de-rosa é uma demonstração de apoio para a escravização de mulheres por uma indústria pouco ética que visa a transformar o corpo das mulheres em centros de lucro . O uso da cor rosa grita: “Eu apoio a ignorância das mulheres! Apoio as empresas farmacêuticas! Apoio a dominação masculina e controle das empresas sobre a saúde dos peitos das mulheres!”

Adquirindo produtos rosa envia a mesma mensagem. Quer se trate de uma lata de sopa, um par de baterias de-rosa, ou mesmo umas férias de rosa”(sim, férias-de-rosa), estes produtos estão no “carro-de-rosa, por uma razão: os consumidores compram. Pintando qualquer produto de-rosa aumentar as vendas.

O impulso para a comercialização de produtos de-rosa é tão forte agora que muitas empresas que vendem produtos que realmente causam câncer saltaram no “carro-de-rosa!” É uma prática chamada “pinkwashing” e quando você vê as coisas como cosméticos e produtos químicos tóxicos em produtos fabricados esportes cuidados pessoais com fitas cor de rosa e tem o compromisso de apoio à investigação do câncer da mama, você tem que parar e fazer a pergunta óbvia: Será que esses produtos realmente causam câncer de mama? Sim, muitos deles fazem.

A verdade é que não há prestação de contas das doações provenientes das vendas desses produtos rosa. Comprando uma sopa de marca com uma fita cor de rosa, por exemplo, pode gerar um total de dois centavos em doações. E onde estão as doações? Sendo investidos em programas de educação nutricional para as mulheres? Claro que não – estas vão muitas vezes aos bolsos dos pró-farmacêuticos sem fins lucrativos (como a Fundação Susan G. Komen para câncer de mama) que tem laços muito fortes com empresas farmacêuticas e recebe efetivamente muito de suas fontes de financiamento dessas empresas. Na verdade, estes são “grupos de fachada ” de empresas farmacêuticas envolvidas em assustar e promover a” evidência a fim de multiplicar o número de pessoas que são ” tratados ” contra o câncer de mama. Os tratamentos são, evidentemente, aqueles que beneficiam financeiramente às empresas farmacêuticas e os médicos da medicina convencional.

A solução? Pense antes de adotar a Rosa! Consulte o site da organização Breast Cancer Action, em http://www.ThinkBeforeYouPink.org para aprender mais.

Censura Planejada

É através dessa censura da informação e controle sobre as opções de médicos que a indústria de câncer é, em si mesma, cega para bloquear todas as outras soluções de medicamentos contra o câncer e cirurgia. A indústria de câncer, também quer que todas as mulheres se mantenham cegas, por isso continua usando a estratégia da ignorância. O menos que as mulheres sabem realmente como prevenir e curar o câncer da mama, o mais fácil é de ser enganadas com tratamentos sob o controle dos centros de tratamento convencional para o câncer e empurrado por grupos sem fins lucrativos filiados à indústria do câncer.

Ignorância, então, é uma maneira de forçar as mulheres a escolher os tratamentos convencionais para o câncer, por padrão. Uma vez que todas as outras opções de tratamento têm sido desacreditadas, ignoradas ou proibidas, as mulheres nos Estados Unidos, por exemplo, ficam com o cardápio de um único tratamento: quimioterapia, radioterapia e cirurgia. É exatamente como um grande laboratório farmacêutico que a indústria do câncer quer, porque é isso que permite a continuação da doença e os benefícios da correlação.

Decodificando a linguagem dos grupos sem fins lucrativos afiliados à indústria farmacêutica

Quando os grupos sem fins lucrativos, dizem que as mulheres merecem ser tratados contra o câncer de mama, estas falam dos tratamentos com drogas de quimioterapia.

Quando eles dizem que as mulheres precisam ser mais “educadas” sobre o câncer da mama, o que significa é uma educação sobre as opções de tratamento com drogas de quimioterapia.

Quando eles dizem que mais dinheiro deve ser elevado para “encontrar” a cura para o câncer de mama, o que significa é que as drogas estão sendo desenvolvidas ainda mais tóxicas, e que podem ser comercializadas para as mulheres.

No entanto, existem muitas outras opções que as mulheres não ouvem falar, com exceção da imprensa independente. Por um lado, a vitamina D tem sido mostrada para prevenir 77 por cento de todos os cânceres! Este é um nutriente que está disponível gratuitamente, pois é realmente fabricado pela pele em resposta à luz solar. Estudos recentes mostram que a vitamina D é um potente nutriente anti-câncer que, quando circula no sangue, impede o crescimento de tumores de câncer de quase todos os tipos.

Leia o nosso relatório sobre essa pesquisa aqui: http://www.NaturalNews.com/021892.htm

Basta incitar as pessoas a obter mais luz solar para prevenir quase oito em cada 10 casos de câncer de mama e câncer de próstata, câncer de cólon, mieloma múltiplo e outros cânceres. No entanto, a indústria do câncer parece ter nenhuma intenção de recomendar a vitamina D para ninguém. Por que isso? Por que a indústria do câncer não têm interesse em impedir oito de 10 tipos de câncer? A vitamina D não pode ser patenteada ou vendida como uma droga. Não há nenhuma vantagem nisso. Assim, a vitamina D está sendo sistematicamente ignorada e atacada como causa de câncer! (Inacreditável, mas real.)

Você pode rever a pesquisa adicional sobre vários nutrientes anti-câncer, visite a lista de pesquisa do Google Acadêmico aqui:

A vitamina D e câncer de mama (13.900 ligações), chá verde e câncer de mama (7.180 ligações), raiz de alcaçuz e câncer de mama (967 ligações), selênio e câncer de mama (7.150 ligações), Brócolis e câncer de mama (3.140 ligações), alho e câncer de mama (3.630),
Algas e câncer de mama (888 ligações), linhaça e câncer de mama (1.480 ligações),
Fungos e câncer de mama (2.020 ligações).

Soluções contra o Câncer

Existem muitas outras fontes de informações precisas sobre as propriedades anti-câncer de alimentos, nutrientes e ervas. O banco de dados RainTree.com, escrito por um defensor da liberdade de saúde Dra. Leslie Taylor, oferece uma riqueza de informações sobre o poder curativo das ervas selvagens. Aqui está um resumo das RainTree.com a garra do gato:

Além de sua atividade estimuladora do sistema imunológico foram documentados propriedades anticancerígenas em ensaios in vitro de alcalóides e outros componentes da Unha de Gato. Cinco dos alcalóides oxindólicos foram documentados clinicamente com propriedades antileucêmicas in vitro e diversos extratos da casca da raiz têm mostrado ser antitumorais e propriedades anticâncer. Os investigadores italianos encontraram em um estudo in vitro de 2001, quando a unha de gato diretamente inibiu o crescimento de uma linhagem de células humanas de câncer de mama em 90%, enquanto outro grupo de pesquisa relatou que inibe a ligação do estrogênio em células humanas de câncer de mama in vitro. Os investigadores suecos documentaram que inibiu o crescimento de leucemia e linfoma de células in vitro, em 1998. Os primeiros relatórios sobre os testes e observações em pacientes com câncer constatou que a unha de gato, quando tomada em conjunto com terapias tradicionais, como a quimioterapia e a radiação causou uma diminuição dos efeitos colaterais dos tratamentos tradicionais (tais como perda de cabelo, perda de peso, náusea, infecções secundárias e problemas de pele). Os investigadores mostraram que esses efeitos podem ser possíveis: tem sido relatado que a unha de gato pode ajudar a reparar o DNA celular e prevenir a mutação de células, e também pode ajudar a prevenir a perda de glóbulos brancos e o dano de células do sistema imunológico causado por muitas drogas de quimioterapia (um efeito colateral comum chamado de leucopenia).

Ignorância

Depois de ver esta compilação de alguns nutrientes anti-câncer, pergunte-se: “Quando foi a última vez que o meu médico ou oncologista recomendou alguma dessas coisas?” Porque se você for como a maioria das mulheres, a resposta é: “Nunca!”

A indústria de câncer (e na medicina convencional, também) afirma que essas soluções não existem. Isso tudo é parte da cegueira que mantém e gera mais ignorância. É quase como ver as estrelas na noite e dizer, “Uau! Há cinco estrelas no céu!”, Quando na verdade existem milhares e milhares visíveis a olho nu, e mais milhares de milhões que nós podemos ver com telescópios .

O céu está cheio de estrelas, como o mundo real está repleto de tratamentos e curas para o câncer de mama. É que a indústria não quer saber sobre eles. Só utilize os tratamentos que podem ser controlados e explorados, não sobre os tratamentos que realmente funcionam para prevenir, tratar ou curar o câncer de mama.

A indústria de câncer não está realmente interessada em ajudar as mulheres só está interessada no lucro. E isso requer a configuração de sua opinião sobre o que são os tratamentos disponíveis, promovendo o mito de que mais dinheiro vai resultar em encontrar uma cura para o câncer (que é patenteado, é claro), e as mulheres em assustando tratamentos tóxicos usando táticas e estratégicas das mulheres dizendo que têm apenas seis meses de vida se não forem submetidos a quimioterapia.
No entanto, tanto quanto a indústria do câncer explora as mulheres, suas ações são particularmente nefastas para as mulheres negras.

A exploração de mulheres negras

Embora a indústria do câncer de mama não discrimina abertamente contra as mulheres negras em sua campanha de ignorância imposta, as conseqüências desta ignorância são muito mais graves para as mulheres com a pigmentação da pele mais escura. O câncer de mama é bem conhecido por ser muito agressivo em mulheres negras, como o câncer de próstata é igualmente agressivo em homens negros.

A indústria do câncer diz estar confundidos com isso, ignorando a resposta óbvia para este dilema – uma resposta que há muito deveria ter sido enviado a homens e mulheres negros, mas não por acaso, continua proibido de qualquer discussão. Para visualizar esta resposta por si próprio, considere o seguinte gráfico que mostra a mortalidade por câncer entre as mulheres negras, discriminadas por estado nos Estados Unidos.

Neste gráfico, você verá uma estranha correlação entre o câncer e geografia. Observe como todas as taxas mais altas de câncer de mama são encontrados nos estados do norte? (Isto é indicado pela cor vermelha no gráfico). Você também ver como as baixas taxas de câncer de mama são nos estados do sul. (Branco ou rosa no gráfico.) A importância deste está prestes a ser clara.

Este gráfico mostra claramente, as taxas de câncer de mama em mulheres negras são correlacionados com a exposição ao sol. Os estados com menos luz solar (Oregon e Washington, na costa oeste, os estados do norte como Minnesota e longe da costa leste dos Estados) têm as maiores taxas de câncer de mama. Entretanto, praticamente todos os estados ao longo do Cinturão do Sol (Arizona, Novo México, Texas, Alabama, Flórida, etc) têm menores taxas de câncer de mama.

A explicação é tão simples que um aluno de quarta pode compreender (e ainda câncer de nossa indústria continua intrigado com ela, ou finge não reconhecer): exposição ao sol produz vitamina D na pele, e vitamina D é um dos mais poderosos nutrientes anti-câncer conhecido pela ciência moderna. No entanto, a luz em blocos de pigmentação escura da pele como um filtro solar ultravioleta natural. Portanto, evitar a criação de vitamina D, resultando em deficiência de vitamina D que aumenta consideravelmente o risco não só do câncer de mama, mas praticamente todos os cânceres.

Hoje, as mulheres negras são tão profundamente deficientes em vitamina D que um surpreendente 92,5 por cento dos bebês são nascidos com deficiências de vitamina D (muitos deles são realmente como raquitismo resultado). A mesma pesquisa revela que 66,1 por cento dos bebês nascidos brancos são deficientes em vitamina D. Você pode ler o nosso relatório sobre essa investigação em http://www.NaturalNews.com/022039.html

Conseqüentemente, as mulheres negras que precisam desesperadamente de ser dito que elas devem absorver mais luz solar, a fim de prevenir o câncer, especialmente se eles vivem em latitudes setentrionais ou climas chuvosos. No entanto, a indústria do câncer está agora a fazer exatamente o oposto: aviso a todos sobre os perigos do sol, assustando as mulheres de tratamento gratuito que poderia ajudar a prevenir o câncer! Ao negar essa informação para as mulheres negras em particular, a indústria do câncer está, na verdade condenando as mulheres negras ainda mais a sofrer câncer de mama, uma doença que, naturalmente, gera um ganho para as grandes empresas farmacêutica — uma indústria dominada por homens brancos ricos.

A escravização de homens e mulheres negros nos Estados Unidos pode ter acabado oficialmente em 1863, mas a indústria do câncer encontrou uma maneira inteligente de se continuar a gerar lucros a partir das costas de homens negros e mulheres de hoje: manter a ignorância sobre propriedades anti-câncer da luz solar.

Você está começando a entender? Sei que dizer a verdade sobre tudo isto é tão extremamente rara, que pode ser chocante para ler. Muito poucas pessoas estão dispostas a se levantar e falar sobre a indústria do câncer, “O rei está nu!” Mas esta indústria, que prospera com a doença, o medo e as mulheres controle, merece ser exposta. A exploração das mulheres aconteceu muito tempo, e muitas mães, filhas e avós que morreram de tóxicos tratamentos de quimioterapia. Perdemos membros de quatro gerações de mulheres com câncer, e é hora de pôr fim à censura, a exploração e a especulação comercial que a vida das mulheres para o benefício dos acionistas

Enquanto isso, a tecnologia utilizada para detectar o câncer de mama -as mamografias- realmente causam câncer de mama porque elas emitem radiação que causam danos ao DNA do tecido da mama diretamente. Falsos positivos são comuns e quase sempre levam a tratamentos de câncer agressivos em mulheres mal que estão perfeitamente saudáveis. A maioria dos cânceres de mama têm estado presentes durante seis a oito anos, quando eles aparecem em mamografias. Radiação é uma causa conhecida do câncer e os efeitos de pequenas quantidades podem se acumular no organismo. O risco de dano de radiação é mais elevado no tecido onde as células estão mudando rapidamente, como o tecido mamário crescente de adolescentes do sexo feminino.

O impulso para ser diagnosticadas com câncer de mama é uma estratégia brilhante para a indústria de câncer, no entanto: As mulheres fazem mamografias é são irradiadas, e as mulheres que fazem a detecção com freqüência suficiente inevitavelmente desenvolvem câncer de mama. E então os médicos dizem, “Como é bom diagnosticar cedo, certo?”

Soluções contra o câncer de mama

18 coisas que causam o câncer (em nenhuma ordem especial)

O tabagismo
Radiação de Mamografia – ver artigos sobre mamografias
Quimioterapia e radiação
Perfumes e fragrâncias em produtos
Cosméticos e produtos de higiene pessoal – ver artigos sobre produtos para cuidados pessoais
Ingerir leite ou não produtos lácteos orgânicos
Óleos hidrogenados e ácidos gordos trans – ver o veneno nos alimentos ou artigos de óleos hidrogenados
Produtos de limpeza domésticos, incluindo detergentes para a roupa, secador de folhas, etc
Recipientes de comida de plástico – inclui o revestimento de plástico dentro de latas de alimentos
Nitrito de sódio – mais em carnes processadas, consulte os artigos em nitrito de sódio
Produtos químicos pesticidas, dioxinas, cloro e outros
Acrilamida (formados durante a alta temperatura de processamento de alimentos, tais como óleo de fritar)
Ver televisão ou a falta de exercício
Grave perturbação emocional ou de relacionamento estresse
Açúcares refinados / grãos refinados
Os produtos químicos de limpeza a seco
Produtos químicos no cabelo de cor
Removedor de esmalte de unhas

22 coisas para prevenir o câncer:

Vitamina D e o sol – veja o poder de cura da luz solar e vitamina D
Alimentos anti-câncer – veja artigos sobre alimentos anti-câncer
O chá verde – ver artigos sobre o chá verde
Brócolis e verduras – ver artigos sobre brócolis
Cogumelos Medicinais – Reishi, shiitake, Agaricus blazei, etc
Licopeno e tomates
Infra-Red saunas e Casas de suor – sudorese, câimbras, expele
Chlorella – ver artigos sobre a chlorella, ou o produto chlorella recomendada: Rejuvenescer! De IntegratedHealth.com
Sementes de romã – ver artigo sobre a romã ou http://www.ats.org/news.php?id=32
Óleos
Omega-3 / sementes de chia – Disponível a partir GoodCauseWellness.com
Rainforest ervas – Há muitos anti-câncer floresta ervas, incluindo Graviola e garra do gato (Cat’s Claw). Fontes recomendada é de Terry Pezzi da alta integridade Amazon Herb Company (que também ajuda a preservar a floresta amazônica) – Outra grande fonte de floresta tropical ervas é Rain Tree com Leslie Taylor
Desintoxicação e sucos – Leia livros pelo Dr. Gabriel Cousens ou visite o seu retiro no sul do Arizona
Acupuntura – ajuda o sangue circular e chi (energia do corpo)
Coles – ALL brotos são anti-câncer. Melhor germinação é easyGrid máquina automática Sprouter (utilizar qualquer mecanismo de busca para encontrar revendedores)
Trevo – Ajuda a limpar o sangue. Busca em todo o fabricante do suplemento.
A respiração profunda / oxigenação / redução do stress – Melhor produto é chamado Stress Eraser (altamente recomendado)
Yoga, Tai Chi ou Pilates – Estes impulsionar a circulação de linfa
Cacau – (de chocolate real) – Boas fontes são NavitasNaturals.com ou Superfoods.com
A massagem terapêutica – ajuda a movimentar linfa, circulação impulso
Mint – o crescimento de sua própria (plantas as mais fáceis a crescer)
Sementes de damasco / laetrile / vitamina B17 – Assista o vídeo mundo sem câncer, com Edward G. Griffin
Amoras – A maioria das bagas contêm algum tipo de droga de câncer.

Ganhando a batalha contra o Câncer

Onde posso ir para obter informações confiáveis sobre a prevenção do cancro da mama ou cura? Tratar Breast Cancer Action (www.BCAction.org), uma organização sem fins lucrativos para o cancro da mama não tem dinheiro de empresas que lucram com câncer. Também o download gratuito do Guia Alimentar (www.HonestFoodGuide.org), que conta a verdade sobre os alimentos que causam câncer ou impedir. Consulte o nosso site e veja http://www.HerbReference.com ervas que previnem o câncer de mama.

Leia nossos artigos sobre o alimentos anti-câncer: http://www.NaturalNews.com / cancer_foo anti-…

EDUQUE-SE! A indústria do câncer espera que você permaneça na ignorância. VOCÊ é a única pessoa que está interessada em manter sua saúde. Lembre-se: quanto mais saudável você está, a menos que você vale a pena para a indústria de câncer! O paciente com câncer médio gera cerca de $ 800.000 em receita para a indústria de câncer. Eu sugiro que você encontrar maneiras de negar a receita para a indústria, evitando a doença completamente!