Marines Americanos Posam com Bandeira Nazista

Por Luis R. Miranda
The Real Agenda
11 de fevereiro de 2012

O Corpo de Fuzileiros Navais na quinta-feira, mais uma vez intentó controlar o dano causado ​​por uma fotografia de uma equipe de franco-atiradores marinhos no Afeganistão posando na frente de um banner com o logotipo da polícia nazista SS – uma unidade especial que assassinou milhões de judeus, ciganos e outros.

O Corpo de Fuzileiros Navais, em um comunicado disse que o uso do símbolo não é aceitável, mas os fuzileiros navais na fotografia tirada em setembro de 2010 não serao punidos, porque eles descobriram que era um erro ingênuo.

O Corpo de Fuzileiros Navais acredita que o símbolo da SS foi usado com a intenção de representar os escuteiros e franco-atiradores e não destinado a ser associado a uma organização racista, disse a major Gabrielle Chapin, uma porta-voz em Camp Pendleton, onde os fuzileiros navais estao baseados.

“Eu não acho que os fuzileiros navais envolvidos usaram qualquer tipo de símbolo associado com a Alemanha nazista que cometeu atrocidades em massa na Segunda Guerra Mundial”, disse Chapin. “Não é parte do que somos como Marines.”

O Corpo de Fuzileiros Navais tem usado o incidente como uma ferramenta de treinamento para falar com as tropas sobre os símbolos que são aceitáveis ​​quando receberam a fotografia em novembro, disse Chapin.

A imagem já apareceu em um blog na Internet, o que causou indignação generalizada, incluindo uma investigação rigorosa e punição, em especial contra a fotografia e qualquer pessoa que tenha perdoado na corte marcial.

“Este é um ultraje completo e total”, disse Mikey Weinstein, da Fundação Liberdade Religiosa Militar, com sede em Albuquerque, NM.

Sua organização enviou uma carta ao chefe do Corpo de Fuzileiros Navais, o general James Amos, e o secretário de Defesa, Leon Panetta, na quinta-feira, exigindo punição para os envolvidos.

Foi a segunda vez este ano o Corpo de Fuzileiros Navais teve que tentar controlar o dano a imagem pelas ações de suas tropas. Também investigaram um grupo separado de fuzileiros navais que gravou um vídeo urinando sobre os corpos dos combatentes do Taliban.

“Primeiro urinam em corpos mortos, e agora isso”, disse Weinstein.

Marines na imagem não estão mais com a unidade. Chapin disse que não sabia se eles ainda estão no corpo.

Na foto tirada na cidade de Sangin, no Afeganistão, a unidade de Marine Corps está posando com armas em frente de uma bandeira americana e uma bandeira azul escura, com o que parecem ser as letras “SS” na forma de raios irregulares.

O portvoz de Camp Pendleton, o sargento Mark Oliva, disse que nao sabia de onde veio a bandeira, mas era provável que fosse de um dos fuzileiros navais na imagem.

A foto apareceu no blog de uma empresa de armas militares chamada Cavaleiro em Titusville, na Flórida.

A empresa não respondeu aos e-mails ou mensagens de telefone deixadas pela Associated Press.

O SS, ou Schutzstaffel, era a polícia militar do Partido Nazista, que era diferente do exército. Os membros comprometeram-se e fizeram um juramento de lealdade a Adolf Hitler.

As unidades das SS foram responsáveis ​​por muitos crimes de guerra e desempenharam um papel integral no extermínio de milhões de judeus, ciganos e outros que foram considerados indesejáveis. O SS foi declarada uma organização criminosa em crimes de guerra em Nuremberg.

O rabino Marvin Hier, fundador do Centro Simon Wiesenthal, com sede em Los Angeles, disse que não acredita a explicação de que posar com a bandeira foi um erro inocente e insistiu que o público americano tem o direito de saber o que aconteceu.

“Se você olhar para todos os livros sobre o período nazista, este é o símbolo da SS, e posar com a bandeira ao lado da bandeira norte-americana, quando 200.000 americanos morreram para libertar o mundo desse símbolo, eu acho que vai além dos limites “, disse ele.

Traduzido do artigo original  US Marines proudly pose with Nazi SS Flag

About Luis Miranda
The Real Agenda is an independent publication. It does not take money from Corporations, Foundations or Non-Governmental Organizations. It provides news reports in three languages: English, Spanish and Portuguese to reach a larger group of readers. Our news are not guided by any ideological, political or religious interest, which allows us to keep our integrity towards the readers.

Comments are closed.

%d bloggers like this: