A Ressurreição de Osama Bin Laden

Luis R. Miranda
The Real Agenda
10 de maio de 2011

Quando é que a mídia é credível? Quanto é que um contratante dos EUA é credível? Quando Al-Qaeda é credível?

A mídia corporativa mentiu por 50 anos sobre a realidade histórica de nossas vidas. Não existe nenhuma empresa que receba 500.000 dólares por ano do governo dos EUA que irá contradizer sem constrangimento o que dizem em Washington. Nenhum grupo terrorista fundado pelos EUA na década de setenta, e que recebeu armas e milhões de dólares desde então e que foram usado para matar cristãos e muçulmanos no Sudão, Bósnia, Afeganistão e Iraque, cujo líder é o filho de um milionário Saudita fará alguma coisa diferente daquilo que seus criadores querem fazer.

Quatro dias antes de Obama anunciar a morte de Bin Laden (embora ele morreu em 2001), Ben Bernanke, anunciou que os EUA manteria as taxas de juro baixas, para acomodar a fraude de Wall Street e evitar a correção que deve ocorrer para que o mundo saia da atual crise económica. Depois, várias agências que avaliam a confiabilidade do governo dos EUA como devedor, afirmaram que o governo deveria ter uma nota “C”, e não AAA. Também naqueles dias, o preço futuro do petróleo subiu e ultrapassou 110 dólares o barril. O preço do dólar caiu para o menor nível em três anos e, como resultado, o preço do ouro subiu vertiginosamente em 20 dólares a onça.

E de repente, na noite de domingo, surgiram rumores de que o presidente Obama aparacería na televisão para falar sobre uma operação militar no Paquistão.

Tudo o anterior foi esquecido …

Depois que o governo dos EUA teve que mudar sua história sobre a operação militar no Paquistão várias vezes e teve que aceitar que Bin Laden não estava armado, nunca usou a sua esposa como um escudo, não houve tiroteio e que a equipe de segurança de Obama não tinha visto o vídeo, um contratante do governo dos EUA emitiu um relatório alegando que a Al-Qaeda confirmou a morte de Bin Laden. O contratante, o Instituto SITE, publicou o seu relatório a tempo para tentar resgatar o governo do Obama do ridículo no qual estava caindo.

Mas o que é SITE?

SITE é um contratante do governo dos EUA que no passado foi exposto pelas suas publicaçoes falsas que, eles disseram, vinham de Al-Qaeda. Esta organização escreveu falsos artigos, e produziu áudios e vídeos falsos que a mídia corporativa sempre tratou como legítimos. Então, o governo dos EUA depende de uma organização de baixa reputação a qual paga meio milhão de dólares por ano para reforçar a desintegração da fábula que foi feito na noite de domingo.

“A Al-Qaeda divulgou um comunicado nos fóruns jihadistas confirmando a morte de seu líder, Osama bin Laden, de acordo com o SITE Intelligence Group, que monitora as mensagens de militantes”, segundo a CNN. “A declaração, traduzida pelo SITE, elogiou o defunto, ameaçou tomar medidas contra os Estados Unidos, e pediu aos paquistaneses a se levantarem.”

SITE é uma organização que pertence ao complexo militar industrial e foi pego em flagrante com tanta frequência que só um público crédulo e ignorante poderia acreditar no que esta organização diz no seu site ou o que esta organização diz que encontrou em um fórum de pouca reputação . O Instituto SITE foi fundado por Rita Katz, a filha de um espião de Israel. Katz tem trabalhado em estreita colaboração com o Departamento de Justiça, o Departamento do Tesouro e o Departamento de Segurança Interna.

Todas as informações conhecidas sobre o SITE indica que é mais um cavalo de tróia que é regularmente utilizado pelo complexo militar industrial para postar vídeos da Al-Qaeda, como parte da campanha de propaganda para justificar a brutal guerra contra o terrorismo. SITE milagrosamente foi capaz de obter uma fita de vídeo de Bin Laden antes que esta fosse publicada pelo grupo Al-Qaeda em 2007.

E para dar mais “credibilidade” ao que SITE disse, a organização terrorista Blackwater, outro contratante militar dos EUA, fundada pelo NAVY SEAL Erik Prince, disse que o que SITE publicou é verdade. .Blackwater esteve envolvido em várias massacres de civis iraquianos desde 2003, quando os EUA invadiram o Iraque para derrubar Saddam Hussein. SITE também disse que, juntamente com a afirmação encontrada no fórum, a Al-Qaeda pretende publicar uma fita de áudio, que a organização pretende publicar.

Para ocultar o fato de Anwar al-Awlaki, um agente duplo da CIA e membro da Al-Qaeda havia jantado no Pentágono, SITE divulgou um vídeo do al-Awlaki dizendo que a organização continuaria lutando mais do que nunca o seu jihad global, enquanto elogiou as ações suicidas de Fort Hood e o “guerreiro” que foi auxiliado pelas agências de inteligência a bordo de um avião indo para os EUA embora não tinha passaporte ou visto.

De acordo com relatos do Paul Joseph Watson em Infowars.com, o mesmo fim de semana, SITE lançou uma fita de Adam (Pearlman) Gadahn, um outro agente duplo da CIA, que elogiou Abdulmutallab Shazad Farouk Faisal, o suspeito de ter tentado realizar atos de terrorismo no Times Square, em Nova York. Adam Pearlman é um espião da Mossad, a agência de inteligência israelense.

Devido a que a história oficial sobre o Bin Laden falhou, e a Casa Branca teve que “corrigir” os detalhes do que realmente aconteceu, o estabelecimento empresarial e político decidiu implementar um plano para assustar o público americano e do resto do planeta. Nada de novo. É por isso que os políticos continuam clamando por mais guerras, a mídia ecoa ameaças falsas emitidas por fornecedores sem credibilidade e as pessoas continuam acreditando tudo o que ouvem da mídia.

About Luis Miranda
The Real Agenda is an independent publication. It does not take money from Corporations, Foundations or Non-Governmental Organizations. It provides news reports in three languages: English, Spanish and Portuguese to reach a larger group of readers. Our news are not guided by any ideological, political or religious interest, which allows us to keep our integrity towards the readers.

Comments are closed.