Advertisements

Composto Tóxico Bisfenol A em Restaurações Dentárias e Selantes

Anthony Gucciardi

Um novo estudo da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard descobriu que obturação dentária e selantes contêm níveis perigosamente elevados da substância química mortal bisfenol A (BPA). Ao mesmo tempo, e imediatamente após da publicação do estudo, alguns dentistas chegaram a afirmar que os recheios e selantes são perfeitamente seguros para uso em crianças.

O BPA é um disruptor endócrino, que imita o hormônio estrogênio. Assim, tem sido associada à redução da fertilidade em homens. Até mesmo as notas fiscais emitidas ao pagar por um produto ou serviço contem BPA. Segundo o estudo, o bisphenol A afeta os níveis de hormônios masculinos quando absorvido pelo organismo humano. O BPA esta em plásticos, latas de refrigerante, latas de sopa, e milhares de outros embalagens.

Um projeto de lei recente na Califórnia que proibia BPA nos itens relacionados com crianças, como mamadeiras e brinquedos, foi indeferido em 02 de setembro, 2010. Connecticut, Maryland, Massachusetts, Minnesota, Vermont, Wisconsin e Washington já têm leis que proíbem o uso deste produto químico em produtos de consumo ou embalagem.

Por que, então, seria seguro usar produtos como restaurações dentárias e selantes em sua boca que contêm esta substância química? A pesquisa mostra que, na realidade, não é seguro nem saudável. Pesquisas mostram níveis de BPA na saliva que são 88 vezes maiores do que o habitual (que é um nível “normal” de uma substância tóxica?) quando pacientes usaram produtos odontológicos com BPA. Os especialistas concordam que não há nível “seguro”de exposição ao BPA.

“Este produto químico é aquele ao qual você não deve ser exposto a nenhum nível”, disse Von Saal, professor de biologia da Universidade de Missouri em Columbia.

Por isso, é surpreendente que muitos meios de comunicação começaram a dizer que o BPA não é realmente um perigo para a saúde, apesar que as investigações de rotina mostram que o corpo humano não pode nem deve contato com o químico.

O bisfenol A é encontrado também em tintas

Os pesquisadores fizeram a descoberta surpreendente que uma substância química em tintas tem o poder de mudar o sexo nos seres vivos, e esta tinta é usada em notas fiscais dada aos consumidores depois de comprar um produto ou serviço.

Os cientistas descobriram que os níveis de substâncias perigosas como o bisfenol A (BPA) é suficiente para suprimir os hormônios masculinos no corpo. O composto, utilizado para tornar visível a tinta em papel termosensível, é comido por homens ao manusear as notas fiscais e depois tocar sua boca ou ao manipular de alimentos.

Professor Frank Sommer, 42, um urologista em Berlim, disse: “É um produto químico que pode alterar o equilíbrio dos hormônios sexuais em homens e transformá-los em estrogênio. “Em última análise, isso leva a menos apetite sexual e estimula o crescimento de gordura abdominal, enquanto diminui o tecido muscular. Outra desvantagem é que ele impede a ereção e a potência sexual.” Como resultado da exposição a este produto químico, devido ao seu efeito cumulativo, os homens são efeminados e as meninas se desenvolvem mais cedo (puberdade precoce). Os cientistas estão estudando a possibilidade de que o bisfenol A também aumente o risco de câncer e diabetes. O BPA é usado também em latas de comida, cortinas de chuveiro, brinquedos e mamadeiras.

Os cientistas afirmaram que este produto químico é o suficientemente prejudicial para os governos proibir a sua utilização.

Alguns fabricantes pararam de colocar BPA em seus produtos, mas alguns ainda contêm produtos químicos e ainda estão à venda. A Administração de Alimento dos Estados Unidos (FDA) apoia a proibição e manifestou a sua preocupação com o impacto do produto em lactantes e crianças jovens.

Advertisements

About Luis Miranda
The Real Agenda is an independent publication. It does not take money from Corporations, Foundations or Non-Governmental Organizations. It provides news reports in three languages: English, Spanish and Portuguese to reach a larger group of readers. Our news are not guided by any ideological, political or religious interest, which allows us to keep our integrity towards the readers.

Comments are closed.